EXPORTAÇÃO DE MAÇÃS PARA EL SALVADOR. INTERESSADOS DEVEM CONTACTAR DIRECÇÕES REGIONAIS DE AGRICULTURA

EXPORTAÇÃO DE MAÇÃS PARA EL SALVADOR. INTERESSADOS DEVEM CONTACTAR DIRECÇÕES REGIONAIS DE AGRICULTURA

Os produtores nacionais de maçãs já podem exportar para El Salvador. O Governo anunciou a abertura de mais este importante mercado, no passado dia 28 de Setembro. A DGAV – Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária informa os interessados em exportar maçã para aquele país deverão contactar os serviços de inspecção fitossanitária das Direcções Regionais de Agricultura e Pescas.

expedição de maçã ficará pendente da verificação pelo inspector fitossanitário da conformidade da mercadoria com os requisitos estabelecidos.

Por sua vez, o Ministério da Agricultura, liderado por Luís Capoulas Santos, salienta que aquele mercado tem um potencial de consumo que ultrapassa os seis milhões de consumidores. “Esta é uma notícia relevante para os produtores de maçãs, que têm agora disponível mais um mercado, depois de terem sido abertos os mercados da Costa do Marfim, Guatemala, Ilhas Maurícias, Jordânia, México, Nicarágua, Perú, Senegal e Uruguai”, refere uma nota de imprensa do Gabinete de Capoulas Santos.

No entanto, as empresas deverão contactar as Direcções de Serviços de Alimentação e Veterinária da sua Região (DSAVR) ou os serviços competentes das Regiões Autónomas (RA) de forma a conhecerem os requisitos necessários para darem início à exportação.

52 mercados abertos

Com o mercado de El Salvador, o Governo eleva assim para 52 o número de mercados abertos, correspondendo a 184 produtos (142 de origem, animal e 42 de origem vegetal).

Para o secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luís Medeiros Vieira, “este passo é resultado do fortíssimo investimento na internacionalização por parte deste Governo”.

O secretário de Estado da Agricultura e Alimentação sublinha ainda o crescimento das exportações portuguesas de hortofrutícolas, registado em 2017 face a 2016, que atingiram um aumento 15%, num montante global de 1.500 milhões de euros no final do ano.

As exportações do sector agro-alimentar, onde se incluem as frutas e legumes, registaram, por sua vez, um crescimento de 8% em 2017, atingindo um montante de 6,6 mil milhões de euros.

“Estamos perante uma nova dinâmica exportadora da produção nacional, que evidencia um desempenho notável e alimenta o espírito de optimismo dos exportadores portugueses”, refere Luís Medeiros Vieira.

O Ministério da Agricultura está a “trabalhar de forma intensa na abertura de 55 mercados, para viabilização da exportação de 253 produtos, sendo 202 da área animal e 51 da área vegetal”.

Fonte: Agricultura e Mar Actual

 

Partilhe as nossas notícias


PETIÇÃO PÚBLICA

DESMASCARE OS SEUS ALIMENTOS

Peça à Europa para proteger a sua saúde e prevenir fraudes alimentares